FANDOM


Icthlarin
200px-Icthlarin
O Deus do Submundo
Gênero Masculino
Ideais Panteão Desértico
Lançamento Sem informação
De Missão? Não
Cores Sem informação
Símbolo 30px-Icthlarin symbol.svg
Classe 6
Icthlarin cabeça
Icthlarin é o Deus do Submundo e o Deus original dos Mahjarrat quando estes chegaram a Gielenor. Pertencente ao Panteão Menaphite, é irmão de Amascut - A Devoradora. Icthlarin não se preocupa com o ato da morte em si, o seu trabalho está relacionado com transportar as almas pelo Submundo e evitar que estas sejam destruídas pelas criações de sua irmã. Esta sua função é revelada na missão Desaparecido, Morte Presumida.

História

Origem

Icthlarin é filho de Tumeken e Elidinis, os deuses criadores do Panteão Desértico. Ele seria responsável por conduzir os mortos que iriam passar para a vida após a morte, enquanto Amascut cuidaria dos que iriam reencarnar. Assim foi sendo, com os dois trabalhando em conjunto com Harold Morte. Tumeken nomeou Icthlarin herdeiro do Império Kharidiano.

Guerra contra Zaros

Durante a Segunda Era, um poderoso deus chamado Zaros decidiu expandir seus domínios e para isso invadiu o Império Kharidiano, no que iniciou a Guerra Zarosiana-Kharidiana. Icthlarin, juntamente com seus parentes, lutaram para defender seus territórios, mas lentamente a vitória cada vez mais pendia para o lado do Lorde Vazio.

Ao perceber que estava perdendo, Icthlarin viu que sozinho não venceria o exército de Zaros. Ele resolveu formar alianças, e para isso viajou ao mundo de Freneskae, de onde tirou uma espécie de guerreiros quase imortais conhecidos como Mahjarrats. Ele convenceu a maioria deles a se unirem à sua causa.

Logo, quando os Mahjarrats entraram em batalha, eles promoveram perdas incalculáveis ao exército Zarosiano, que foi obrigado a recuar até ser expulso. Com aqueles lacaios invencíveis, Icthlarin tornou-se ainda mais respeitado e seu império estava em segurança.

Traição dos Mahjarrat

Após algum tempo, os Mahjarrat começaram a se tornar insatisfeitos com a paz da região. Icthlarin, por outro lado, estava se sentindo desconfortável pelo fato de Sliske usar zumbis como vassalos - algo que impedia que as almas dos outrora guerreiros fossem levadas até o mundo da vida após a morte. Finalmente, Icthlarin não suportou mais e, ao ver a recusa de Sliske em obedecer-lhe, tomou-lhe seus zumbis à força. Em retaliação, Sliske rompeu com ele e passou a servir nas tropas de Zaros, inimigo dos Menaphita.

Logo, a proposta de inclusão no exército do Lorde Vazio tornou-se tentadora o bastante para vários Mahjarrat, e eles deixaram de trabalhar para Icthlarin. Finalmente, houve uma diáspora final, onde todos os Mahjarrat deixaram Icthlarin e ofereceram sua lealdade a Zaros, que aceitou-os.

Rivalidade com Amascut

Os problemas de Icthlarin só se fizeram aumentar após a perda de seus "juízes": Amascut, sua irmã, tornou-se perturbada com o poder Mahjarrat até tornar-se insana. Ela se declarou como "a devoradora", alimentando-se das almas dos mortos. Tal fato a fez romper-lhe com Icthlarin.

Os dois envolveram-se em várias disputas, com várias lutas pelas almas dos mortos e maldições com retaliação. O último confronto ocorreu no ano 169 da Quinta Era, quando Amascut tentou devorar a alma do sumo sacerdote de Icthlarin, Klenter, para isso hipnotizando um aventureiro. No entanto, Icthlarin conseguiu impedir seus planos.

Grande Ascensão de Sliske

Atenção: Os eventos a seguir ocorrem durante Missões Desaparecido, Morte Presumida

No primeiro ano da Sexta Era, Icthlarin percebeu a ausência da Morte e para isso foi investigar com a ajuda de uma aventureiro. Recebendo um convite para a "Ascensão de Sliske", Icthlarin decidiu ir, mesmo sabendo que aquilo possivelmente era uma armadilha, porque aquela seria a única maneira de resgatar Harold. O aventureiro o seguiu com o objetivo de ajudá-lo na missão. Os dois foram até a cidadela que havia sido tomada por Sliske para a cerimônia.

Enquanto o aventureiro procurava Harold, Icthlarin encontrava-se com outros cinco deuses e todos discutiam sobre o que estava acontecendo. Sliske revelou Harold em uma das duas gaiolas da sala (na outra estava o Dragonkin Strisath). Após anunciar a sua competição, Sliske soltou seus dois prisioneiros e teleportou-se. A Morte salvou tanto ele mesmo quanto Icthlarin e o aventureiro teletransportando-os antes que Strisath os atingisse com uma bola de fogo mortal.

Características

Icthlarin é um deus de menor poder, mesmo assim ele é muito poderoso quando comparado com um mortal. Como deus dos mortos, ele tem muito contato com as almas e afins. Ele também tem um grande controle sobre os mortos-vivos, presumivelmente tem a capacidade de hipnose e pode criar um escudo mágico capaz de resistir ao fogo de um Dragonkin.

Curiosidades

  • Icthlarin provavelmente é baseado em Anúbis, tendo muitas características em comum com o deus.


O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.