FANDOM


PrifddinasMembros
Prifddinas
AKA[?] Cidade de Cristal
Cidade dos Elfos
Dylandra (pelos Gnomos)
Inglês Prifddinas
Lançamento 20 de setembro de 2004 (atualizada em 22 de setembro de 2014)
Reino Tirannwn
Líder Clãs Élficos:
Lorde Cadarn
Lorde Amlodd
Lorde Crwys
Lady Ithell
Lady Hefin
Lady Meilyr
Lady Trahaearn
Lorde Iorwerth
Teleporte Magnetita
Árvore espiritual
Semente de Cristal de teleporte
Capa do Máximo
Anel das Fadas
Aljava de Tirannwn
Guildas Guilda do Máximo
Habitantes[?] Elfos
Outros
Banco ícone mapa 10 Altar ícone mapa 3 Obelisco ícone mapa
Prifddinas mapa
Prifddinas magnetita ícone
Prifddinas (pronunciada prive-THEE-nuss, priv-THEE-nass em galego significando "a capital") é maior cidade dos elfos, localizada no norte de Isafdar, é também a capital de Tirannwn. A sua estrutura é feita inteiramente de cristal, é também o mais antigo assentamento de Guilenor, tendo sido criada na Primeira Era. A Missões O Fim da Praga é necessária para ter acesso à cidade pois, até então, ela ainda se encontrava na forma de semente de cristal como resultado indireto da Guerra Civil dos Elfos.

É descrita pela Jagex como sendo uma "Varrock de alto-nível", como ponto de treinamento de habilidades, com várias zonas para o treino das mesmas, sendo algumas das melhores encontradas no jogo. Devido ao facto de albergar um Mercado Geral e outras características é um ótimo sítio para todos os jogadores consigam ter acesso a ela.

Quando o jogador se aproxima de Prifddinas pela primeira vez, irá encontrar os sete líderes dos clãs no caminho, e Arianwyn aguardando junto ao portão da cidade. Depois de falar com Arianwyn, uma cutscene será iniciada, mostrando a Torre das Vozes a expandir e os elfos na sua rotina diária.

Transporte

Prifddinas caminho

A entrada sul de Prifddinas

Localização no Mapa Múndi
Área de caça de Piscatoris
Mar do oeste Prifddinas Arandar
Isafdar

Prifddinas pode ser acedidade através de uma das duas entradas principais; uma do lado sul e outra do lado leste, que a conectam a Isafdar e Arandar respetivamente. A entrada para a zona abaixo da cidade pode ser encontrada próximo à entrada leste, que é usada na missão O Fim da Praga. Uma forma fácil para chegar à cidade é usar a magnetita para Tirannwn, ir em direção a noroeste, atravessar a armadilha de palha do lado leste (receberás dano se falhares o obstáculo), e ir em direção a norte até à entrada sul. Outra forma é usando o vexillium do clãpara teleportar para o portão do clã na Torre das Vozes.

Outros métodos podem ser usados. o mais fácil é através da magnetita para Prifddinas, que se encontra no centro da Torre das Vozes, apesar de ter de ser ativado em ante-mão. A semente de cistal de teleporte também pode ser usada para aceder a cada zona individual da cidade. Depois de ser desbloqueada, uma árvore espíritual também pode ser usada. O vexillum do clã pode ser usado para chegar ao Portal do clã a Torre das Vozes, que também alberga uma magnetita. Se o jogador mover a sua cida para a cidade, também pode usar o Teleporte para Casa. Nota que é preciso it até a cidade a pé pelo menos uma vez até algum método de teleporte possa ser usado. A Capa do Máximo e Capa da perfeição podem ser usadas para teleportar para a Guilda do Máximo na zona de Cadarn. Após completadas as Tarefas de Tirannwn de Elite, é possível usar a Aljava de Tirannwn para teleportar para os Pilares de Harmonia, na zona Meylir.

História

Prifddinas portão principal

O portão principal da cidade de Prifddinas.

A construção de Prifddinas foi orientada pela deusa Seren que era uma deusa dos elfos quando estes chegaram em Guilenor através na Primeira Era. No período, Guilenor ainda estava sendo formada pelo deus Guthix.

Os elfos se assentaram em Tirannwn, uma área densamente florestada a oeste do atual reino de Kandarin. Com a quase impenetrável cadeia montanha de Arandar ao leste e norte, as densas florestas ao sul e o oceano ao oeste, os elfos estavam a salvo de invasores, embora eles também tenham se aventurado na região de Kandarin. As construções da cidade foram feitas com o cristal que lhes foram dado por Seren; estes podiam tomar diferentes formas quando 'cantados' de uma maneira específica - a arte hoje conhecida como canto de cristal. Diz a lenda, porém, que a muralha da cidade foi construída a partir do cristal de que a própria deusa Seren era feita.

Os elfos se dividiam em oito clãs diferentes, que coexistiam pacificamente em Prifddinas. Para que cada clã se tornasse igualmente responsável pela defesa da cidade, Seren ordenou que Prifddinas fosse construída na forma de um octágono. Assim, cada clã ficou responsável pela defesa de uma seção da muralha. No coração da cidade, onde ficaria de igual acesso aos oito clãs, foi construída a Torre das Vozes, onde os elfos poderiam se comunicar diretamente com Seren mesmo após sua partida.

Após o período das Guerras dos Deuses na Terceira Era, Seren teve que deixar Guilenor de acordo com os Mandamentos de Guthix. Porém, os elfos ainda puderam se comunicar com ela através da Torre das Vozes.

Com a chegada da Quarta Era, muitos dos clãs viajaram pro leste, atravessando as montanhas de Arandar até a atual região de Kandarin. Lá, liderados pelo Clã Cadarn e seu líder, o rei Baxtorian, os elfos criaram muitos assentamentos e formaram um grande reino, que convivia em aliança com as tribos de humanos e gnomos da região. Após passar por alguns conflitos com os seguidores de Bandos, como os duendes e ogros ao sul, os elfos finalmente se estabeleceram e pacificamente ganharam o controle sobre quase toda a Kandarin.

Durante a ausência do poderoso Clã Cadarn de Tirannwn, porém, seu clã rival, o Clã Iorwerth, traiu os elfos e facilmente tomou controle de Prifddinas. A traição forçou os elfos a retornarem do outro lado de Arandar para Tirannwn, deixando seu reino abandonado para cair em ruínas posteriormente. Ao retornar, todas as tentativas para reconquistar Prifddinas falharam e Clã Cadarn caiu finalmente com a morte do rei Baxtorian. Os elfos rebeldes restantes ficaram presos em Isafdar, onde lutam até hoje.

Iestin Edern cabeça

Lorde Iorwerth, líder do Clã Iorwerth

Desde a tomada de Prifddinas pelo Clã Iorwerth na Quarta Era, os elfos mergulharam num estado de guerra civil. Com o controle da cidade, Lorde Iorwerth, líder do Clã Iorwerth, passou a tentar evocar para Guilenor um desconhecido "Lorde Sombio", que muitos especulam como sendo Zamorak ou Zaros. No processo, ele conseguiu quebrar um dos selos mágicos criados por Seren e que protegem a Grande Biblioteca de Prifddinas, onde estariam selados grandes segredos arcanos.

Na missão Missões Luz interior, é revelado que a cidade inteira foi revertida para a forma de cristal.

Curiosidades

Todos os banqueiros e funcionários do Grand Exchange na Torre das Vozes e no Max Guild são do Clãs Trahaearn.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.