FANDOM


Primeiro diário dragonkinMembros
Primeiro diário dragonkin
Um diário escrito por um dragonkin, intitulado "Começo".
Inglês dragokin journal First dragokin journal
Lançamento 29 de maio de 2012
De missão Não
Negociável Não
Equipável Não
Acumulável Mochila ícone Não
Desmontável Sem informação
Valor 1 moeda
Alquimia Não é possível usar alquimia.
Destruir Você recupera isso da estante de livros do seu Projeto de Obra Habitacional.
Em Morte Sempre mantém
Peso Peso ícone 0,25 kg
Primeiro diário dragonkin detalhe

O Primeiro diário dragonkin é um item obtido ao matar a Dragoa Negra Rainha pela primeira vez, garantidamente. Obtê-lo é um dos requisitos para a capa do mestre aventureiro.

Escrito pelo dragonkin Kerapac, ele revela mais a respeito das tentativas de seu autor em contornar a maldição a qual Jas submeteu sua espécie.

Trascrição

O seguinte texto é transcrito de Transcrição:Primeiro diário dragonkin.

Eu sou Kerapac, o observador. O fim do controle da pedra Dela sobre nós está próximo e eu sou a peça chave.

Outros roubam, encolerizam-se, destroçam e coçam qualquer coisa para tentar reduzir a dor - o comichão dos Falsos Usuários. Eu resisto. Permaneço controlado. Coloco toda a minha fúria e dor no projeto, e meu ódio funciona como o combustível que me faz seguir em frente. Meu ódio dos Falsos Usuários. E, é claro, principalmente Dela[?].

Todos os meus experimentos anteriores com dragonkin vivos fracassaram - por mais que eu destroçasse os objetos da minha pesquisa, deixando-os à beira da morte, examinando suas entranhas, eles ainda sentiam o comichão. EU podia senti-lo ardendp em seus olhos quando eles morriam. O segredo da maldição não está escondido no fundo dos nossos corpos ou eu já o teria descoberto. Estou absolutamente convencido disso. E também não podemos derrotá-lo diretamente com nossa magia - Ela é simplesmente poderoso[sic] demais.

Frustração. Transformada em raiva e matança. Uma solução me ocorreu quando descobri uma ilha cheia de répteis gigantes e irracionais - eu não conseguiria remover Sua maldição à força, mas talvez eu pudesse contorná-la. Criar uma nova forma de vida não amaldiçoada. Usei magia para introduzir meu sangue nos ovos dos mais fortes desses répteis. Somente um sobreviveu ao processo: o ovo de um enorme lagarto aquático. Agora observo e espero. Dor... preciso me concentrar. Controle é tudo.

Meus descententes são a chave para nossa liberdade. As raças inferiores já nos temem em nossos estados manipulados, amaldiçoados. Elas ficarão ainda mais indefesas quando os verdadeiros dagronkin[sic] forem libertados.
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.